Sou fumante! Sou hipertenso! Tenho diabetes. Posso fazer implantes?

O implante dentário é um tratamento excelente para quem perdeu um ou mais dentes seja por acidentes, doenças ou até mesmo descuido. Mas, como todo procedimento cirúrgico, o implante requer cuidados em algumas pessoas.

Implantes em fumantes

Para os fumantes, por exemplo, o implante dentário requer alguns cuidados, já que o cigarro é um grande inimigos dos dentes, antes mesmo da realização do procedimento cirúrgico.

Como todos sabem, o cigarro estraga o esmalte dos dentes, deixando-os com aquele conhecido tom amarelado, típico de todo fumante.

Agora, se você é fumante e quer se submeter a um implante precisa tomar alguns cuidados básicos para que o procedimento não tenha complicações. Um deles é parar de fumar quando a cirurgia é realizada.

O implante precisa de oxigênio para que o processo seja completado corretamente, ou seja, que eles se integre ao osso. Então, se você fuma, pare de fumar por alguns meses antes e depois do procedimento.

Esse cuidado é importante para que a cicatrização óssea seja realizada completamente, evitando a ocorrência de inflamações dos tecidos. Além disso, o cigarro inibe a ação dos antibióticos que são receitados depois do implante. Então, se você é fumante e precisa de um implante, deixe de fumar.

Implantes em hipertensos

A hipertensão é uma doença perigosa, silenciosa e que pode trazer muitos problemas para quem sofre dela. Mas isso não significa que quem é hipertenso não pode fazer um implante. Ao contrário.

Os hipertensos podem fazer implantes normalmente, mas essas pessoas precisam de cuidados a mais antes da cirurgia. Um deles é o monitoramento prévio antes da operação. A pressão deve ser medida sempre, e caso haja algum pico de pressão, a colocação do implante deve ser adiada até que o paciente esteja bem de saúde.

Além disso, no momento do implante, devem estar na sala de cirurgia, além do cirurgião dentista, uma equipe multidisciplinar, composta por um médico cardiologista, que ajudará a controlar a pressão do paciente.

Com esses cuidados, a recuperação acontecerá sem problemas e você poderá curtir o seu implante normalmente.

Implantes em diabéticos

É diabético e quer fazer implante dentário? Então você precisa tomar cuidados extras para que seu implante não seja prejudicado. Um deles é controlar muito bem sua glicose.

Em pacientes onde os níveis de glicose não são muito bem controlados, a cicatrização óssea é ruim, o que impede a fixação do implante, e pode inclusive causar infecções e colocar a saúde do paciente em risco.

Se sua glicose estiver descontrolada, a recomendação é que adie a cirurgia, para o momento em que os índices estejam sob controle. Além disso, não se esqueça de fazer exames de sangue regularmente, para seu dentista tenha a certeza de que sua saúde está bem.

Com os cuidados adicionais que mencionamos aqui, hipertensos, fumantes e diabéticos podem se submeter normalmente a um implante dentário. Quer mais informações sobre como funciona o procedimento? Entre em contato conosco.

Nossos profissionais são plenamente capacitados para dar as orientações que você precisa para resolver o problema.

Designed by Freepik | Designed by Freepik

Conferir depoimentos